Dependência Química

Tratamento Integrativo

O tratamento da dependência química exige uma abordagem mais flexível e integrada tanto no que se refere aos modelos de tratamento como ações interdisciplinares. Esta abordagem utiliza intervenção centrada na pessoa de acordo com o seu estágio motivacional e, também o método da entrevista motivacional. Além disso, é avaliada a necessidade de outras possibilidades de tratamento como psicodinâmico, comportamental e uso de instrumentos objetivos como uso de teste de urina para auxiliar na mudança de comportamento.

Bibliografia: Washton, A., Zweben, J. (2009). Prática psicoterápica eficaz dos problemas com álcool e drogas. Porto Alegre: Artmed.

Programa Integrativo de Promoção da Saúde

Este programa oferece abordagens terapêuticas de acordo com a necessidade do paciente. O problema-alvo é acompanhado por profissionais da saúde de áreas diferentes com objetivo de oferecer tratamento sistêmico para os problemas de saúde de alta prevalência, como dependência ao álcool, tabagismo, dependência a drogas de abuso, codependência e obesidade. A modalidade de tratamento é grupoterapia que poderá ser conduzida no consultório e ou em ambientes de trabalho.

Grupo para Tabagistas

Para auxiliar as pessoas que querem e ou precisam abandonar o uso do tabaco e encontram dificuldades, o programa oferece uma avaliação detalhada sobre o consumo do tabaco (incluindo concentração de cotinina) e o estágio motivacional. A partir disso, são construídas estratégias para a parada ou redução do tabaco privilegiando a necessidade de cada integrante do grupo. O acompanhamento apresenta duração de 6 meses: sessões semanais no primeiro mês, quinzenais até completar 3 meses e posteriormente sessões mensais com duração de 1h 30min. Este grupo conta também com a participação da biomédica Luciana Rizzieri Figueiró (ver currículo Lattes).

Grupo de Prevenção de Recaída (PR)

A dependência química é uma doença crônica e, portanto a recaída acontece durante o processo de parada. O grupo de PR consiste na identificação dos fatores de risco biológicos, psicológicos e contextuais para o uso de drogas. A partir desta avaliação, criam-se alternativas para evitar este uso através de técnicas específicas de prevenção da recaída. O objetivo principal do grupo é potencializar os recursos internos e externos para ultrapassar o desejo ou necessidade da droga. Este grupo ocorre 1 vez por semana com duração de 1h. 30min.

Bibliografia: Marlatt, A., Donovan, D. (2009). Prevenção de Recaída. Estratégias de manutenção no tratamento de comportamentos adictivos. Porto Alegre: Artmed.

Grupo para Familiares de Usuários de Drogas

A dependência química atinge a família como um todo. Há evidências que os familiares de usuários de drogas podem apresentar características de autossacríficio, auto-negligência e maior probabilidade de utilizar serviços de saúde e medicamentos. Sendo assim, os familiares podem desenvolver uma dinâmica disfuncional de interação. O grupo tem como objetivo olhar e cuidar dos familiares para que eles desenvolvam estratégias funcionais diante da dependência química na família. Este grupo ocorre 1 vez por semana com duração de 1h. 30min.

Bibliografia: Bortolon, C. B., Ferigolo, M., Grossi, R., Kessler, F.H., Barros, H.M.T. (2010). Avaliação das crenças codependentes e dos estágios de mudança em familiares de usuários de drogas em um serviço de teleatendimento. Revista da Associação Médica do Rio Grande do Sul, 54(4), 432-436.